Uma introdução às fraldas de pano modernas (Parte 2)

Na era dos descartáveis, uma das primeiras objeções ao uso das fraldas de pano é a questão da lavagem. Será que não é nojento lavar as fraldas sujas de cocô? Cuidar das fraldas dá muito trabalho? Como fica a questão do cheiro?

Este segundo post da série sobre fraldas de pano modernas tratará dessas questões. Mas, primeiro, uma pergunta: você usa roupa descartável? Seus pratos, copos e talheres são descartáveis? Imagino que não, né? Pois bem, imagine alguém que vivesse numa sociedade em que as peças de roupa e os utensílios das refeições fossem parar na lata de lixo após o uso. Certamente esse alguém acharia nojento ter que reutilizar roupas e lavar pratos sujos de comida. Porém para nós é normal; faz parte da nossa rotina.

Quem usa fralda de pano também incorpora o cuidado e lavagem das fraldas em sua rotina. E, portanto, da mesma forma que você tem uma rotina para lavar as roupas e as louças da sua casa – que pode ser bem diferente da prática adotada por sua melhor amiga, por exemplo – é justo afirmar que cada família tem o seu método e suas soluções para lavar e cuidar das fraldinhas do bebê (ou dos bebês).

Mesmo assim, tentarei assinalar algumas diretrizes básicas relacionadas ao cuidado com as fraldas de pano.

Rotina pós-troca

  • Em vez de jogar fora a fralda usada, como no caso de uma descartável, depois da troca põe-se as fraldas num balde ou numa lixeira até a hora da lavagem.
  • Se o bebê mama exclusivamente no peito, o enxague é opcional. Quando o bebê estiver comendo sólidos, é preciso jogar o cocô no vaso com a ajuda do chuveirinho ou de um raspador.
  • Como recipiente para as fraldas sujas, pode-se utilizar uma lata de lixo tradicional (com tampa) ou um balde aberto. Por incrível que pareça, o cheiro é menos forte quando as fraldas ficam em contato com ar fresco, mas é claro que há algum odor, e a opção pelo balde aberto não é para todo mundo. Se você tem uma área de serviço bem arejada e se for lavar todo dia ou dia sim dia não, o balde aberto pode funcionar bem.
  • Para diminuir o mau cheiro, uma opção é colocar um paninho com gotas de óleo essencial de lavanda ou melaleuca (tea tree) no balde ou na lixeira.

Lavagem

  • Pode-se lavar as fraldas diariamente, dia sim dia não ou de três em três dias. Vai depender da quantidade de fraldas que você tem, o tempo de secagem no seu varal, o número de trocas e a sua preferência pessoal.
  • Quem lava é a máquina de lavar. Não é necessário lavar na mão.
  • Deve-se colocar muito pouco sabão. Uma colher de chá ou uma tampinha de refrigerante é o suficiente para uma maquinada inteira.
  • Recomenda-se programar enxagues extras, tanto no início quanto no fim da lavagem.
  • É proibido usar sabão com agentes biológicos (enzimas), amaciante, alvejantes (como cloro) e ferro de passar.
  • É bom usar água quente (até 40 graus) se possível, pois remove melhor os resíduos e evita o acúmulo de amônia (substância encontrada no xixi).
  • Para remover manchas, um tiquinho de sabão de coco e contato direto com o sol funcionam como mágica. Depois é só enxaguar bastante.

Para maiores informações, recomendo ler as sugestões sobre rotina e lavagem das revendoras Ecco, Mama e Espaço Mamífera. Lá você encontrará  também muitas dicas úteis (das especialistas no assunto!) além de kits de fraldas de pano para iniciantes.

O terceiro post da série será sobre mitos e verdades das fraldas de pano. Enquanto isso, convido as experts a compartilharam na seção de comentários a sua rotina e experiêcia com as fraldinhas e as curiosas a deixarem suas perguntas e dúvidas. Agradeço desde já a participação de vocês.

Anúncios

34 Comentários

Arquivado em Uncategorized

34 Respostas para “Uma introdução às fraldas de pano modernas (Parte 2)

  1. Adoro seus posts.. e fiquei muito feliz em saber que existem fraldas de pano lindas como essas que você colocou. Eu acreditava que eram daquelas branquinhas que nossas mães utilizavam. Eu ainda não sou mãe, mas já estou pensando na possibilidade de ser totalmente (ou pelo menos parcialmente) sustentável utilizando essas fraldinhas lindas.

    • Thais, você já leu a parte 1, em que explico os diferentes tipos de fraldas modernas? Cuidado: você pode se apaixonar! (rsrs) Eu acho super válido qualquer uso das fraldinhas – mesmo que seja só para ficar em casa. Qualquer diminuição no número de fraldas descartáveis nos nossos lixões é bem vinda :) Obrigada pelo comentário. Beijo!

  2. Rinnara Brunelli

    Nossa rotina de lavagem é bem simples: acumulo as fraldas sujas num balde forrado com uma redinha e com tampa dentro do banheiro. Prefiro tampar bem para evitar que algum inseto pouse nas fraldas. A cada 2 dias eu tiro a redinha com as fraldas sujas e coloco pra bater. Primeiro faço um ciclo só de enxágue e centrifugação para remover o xixi, o cocô já é sólido e vai pra privada. Depois coloco pra lavar a 40 graus com 5 nozes de saponaria (soap nuts), não preciso adicionar mais enxágues pq elas não deixam resíduo de sabão.
    Se percebo que a fralda noturna dele está com um cheiro mais forte de amônia (ele usa a mesma fralda por 12h) eu coloco 3 gotinhas de tea tree oil, aumento a temperatura pra 60 graus e aumento o tempo do ciclo de lavagem.
    É mesmo muito pratico =)

  3. No Brasil, onde não temos esses saponaceos e nem maquinas que lavam a agua quente, a gente lava na agua fria mesmo, usando um sabao mais biodegradavel. Uma outra diferenca é que no brasil tambem nao temos absorventes de canhamo ou bambu, entao a minha experiencia com as fraldas é que elas sempre vazam. Entao, no inverno, acabam molhando um tanto mais de roupa. No verao vai bem, porque a gente deixa o bebe so de camiseta e fralda e quando vaza, nao chega a molhar o chao ou o estofado, fica so na camada externa da fralda mesmo. outra coisa é que as fraldas tipo AIO (all in one, em que nao tem absorvente separado) demoram horrores pra secar. Melhor mesmo é as que sao compostas de capa + absorvente.
    Pra mim, o menos complicado é a lavagem. O mais chato é que tem que ficar esperta no tempo de troca: uma fralda de pano com certeza aguenta menos horas que uma descartavel de qualidade. E por trocar mais vezes, as vezes deixa o bebe meio chateado de tanta troca…

  4. Priscilla Bezerra

    Bacana, bem interessante, busco sempre que possível, alternativas mais ecológicas. No caso das fraldas de pano, fico a pensar que é uma faca de 2 gumes, pois reduzo a quantidade de lixo gerado com as descartáveis, mas aumento o consumo de água, pois as descrições de lavagem que li aqui, requerem um gasto razoável de água, se não todos os dias, muitas vezes na semana! Em minha casa vivemos, por enquanto, meu marido e eu, nossa rotina de lavagem de roupas é de uma vez por semana (às vezes uma só máquina e às vezes duas máquinas) e isso é o bastante. Não sei, é uma questão muito nova pra mim, ainda estou estudando, refletindo e mensurando os benefícios para o meio ambiente. Continuarei a acompanhar os textos para ter mais informações.

  5. Flavia Carvalho

    OI Clarissa,

    durante a gravidez comecei a me informar sobre as fraldas de panos, só a ideia de uma fralda de plastico que demora séculos para se decompor mais os quimicos adicionados para que ela absorva mais humidade em prol de um pouquinho mais de trabalho me arrepiava os cabelos.
    Mas entao ei que deparei com uma nova possibilidade que a principio fiquei tao chocada e achei tao absurda a ideia que nem cogitei em me informar. Se trata de um livro que se chama “Es geht auch ohne Windeln” ou algo como Sem fraldas: a sabedoria da higiene natural do bebé da canadense Ingrid Bauer. Até que minha parteira aqui na Alemanha me falou que conhece algumas maes aqui que praticam o método e é muito encantador. O meu marido é que se interessou mais porque durante uma viagem a China, e Tailandia ele observou que as criancas nao usavam fraldas e na nossa cidade observamos que as criancas japonesas usam um tipo de calca que tem botoes na regiao do bumbum e tb nao usam fraldas. Entao matamos a charada, estas culturas e outras mais se usam deste método sem estranhamento nenhum porque faz parte da cultura deles.
    Entao li o livro e fiquei fascinada em redescobrir que o meu bebe assim como me mostra que tem fome e sono, tb me mostra que quer fazer xixi e coco! Tem muito a ver com a pratica da criacao com apego, com uso de Sling, amamentacao exclusiva etc. Eu moro na Alemanha e aqui a mae tem e usa o direito de licenca de maternidade que vai de um ano (ou mais) podendo ser compartilhada com o pai. O que facilita muuuuito na proximidade com o bebe e na dedicacao com esta tecnica. Mas acho interessante informar as mamaes sobre esta possibilidade… afinal de contas o nosso direito de escolha só é possivel quando conhecemos as alternativas.

    Aqui vai alguns links com informacoes iniciais:

    http://higienenaturaldobebe.blogspot.de

    http://www.slingando.com/index.php/Bebe-sem-Fraldas/22-Recriar-um-bebe-sem-fraldas.html

    • Oi Flavia, já ouvi falar nisso sim. Mas eu o conheço pelo termo em inglês, Elimination Communication (ou EC). Pretendo me informar melhor para abordar o assunto no blog. Conheço gente aqui no Brasil que pratica EC parcialmente, somente para “número 2”, já que o xixi é mais difícil de perceber (imagino). Acho muito bacana o movimento, por ser muito ecológico e pela proximidade com o bebê, mas imagino que tenha uma curva de aprendizagem longa (e cheia de roupas sujas!). Quando eu estiver melhor informada, tocarei no assunto. Obrigada pela dica! Bjo, Clarissa
      p.s. estou viajando hoje para a Alemanha :) coincidência, né?

  6. Mônica

    Oi, tenho interesse nas fraldas acho lindas mas algumas duvidas. Poe que não pode passar ferro? Minha filha tem 10 meses ainda vale a pena comprar?

    • Oi Monica, desculpa a demora. Voltei de viagem há dois dias e ainda não havia entrado no blog. Não pode passar ferro porque o ferro altera a fibra do algodão, tornando-a menos absorvente. Também prejudica a camada impermeável, que não aguenta temperaturas elevadas. Sobre a idade da sua filha, considerando que ela tem pelo menos um ano de uso de fralda ainda pela frente, eu acho que vale a pena sim você procurar as fraldas de pano. Se a sua cidade tiver Fraldada, pode ser um bom começo, porque você conhece mulheres que usam, pode ver e tocar as fraldas etc. Além de fazer novas amizades :-) Abraço!

  7. Oi Clarissa, obrigada pela visitinha lá no blog!! Já passei da fase das fraldas mas adorava usar essas de pano… Vejo que agora existem bem mais opções no mercado. Tenho uma filha que já vai completar 6 e um menino de 3 então já saí dessa vida de fraldas há algum tempo. :) Mas acho bem válida essa escolha – acho que mais mulheres deveriam, pelo menos, testar o uso desse tipo de fralda. Vai que pegam gosto, né? *rs
    Beijão,

  8. Patrícia

    Na minha experiência, preferi optar por aguardar a época da criança saber discernir o q vai fazer (xixi/cocô), ou ao menos começar a dar algum sinalizador disso…
    Pq a frequência das “borradas” é bem grande, e confesso q acabei me enrolando um pouco no dia a dia, pq essa coisa d esperar p lavar tudo junto não funcionou muito comigo… rs
    Sem contar q não deu pra abolir o uso da descartável nas saídas, pq a d pano fica muito trabalhosa e pouco prática nessas horas.
    Sei q antigamente nossas mães e avós não tinham opção, mas já q tenho, não vejo mal em lançar mão d certos recursos facilitadores…
    Até pq, principalmente no cotidiano d uma mãe sozinha, são muito bem vindos! rs

  9. Aqui usa-se fraldas descartáveis mas pensei em usar de pano. Estou acompanhando as postagens direitinho pra me informar melhor!!

    Beijos!

  10. Camila Mamede

    Eu uso fraldas de pano na minha Camille ela tem 1 mes e 4 dias comecei a usar fraldas descartaveis mais depois q ella se assou no bumbum bem ao redor do buraquinho dela e só as pomadas pra assadura ñ resolveram então minha mãe mandou usar fraldas de pano…comecei usando de dia e a noite colocava descartavel e nada de sumir a assadura entaum agora uso dia e noite junto com a pomada generica da dermodex tratamento (nistantina + oxido de zinco) passo tambem maisena é excelente assim eu curei a assadura da camille agora so uso a pomada normal e a maisena pra recuperar a pele q ficou ressecada…mais eu uso a fralda de pano dobrada em quadrado e no meio eu coloco uma fralda descartavel qualquer (pode ser uma baratinha mesmo comprei um pacote com 50 por 11 reais…) ai coloco junto a calça enxuta (as minhas são de um material de pano por fora com estampas lindas e foram super baratas 4 reais cada…) o bumbum da minha camille agradece!

  11. samantha

    Cadê você? Está tão sumida! Sempre acompanho o blog e faz tempo que não posta nada!

  12. Rebeca

    oi, encontrei seu blog e gostei demais. Eh uma grande coincidencia que no momento eu estou para comecar a usar fraldas de pano nas minhas criancas tambem. Eu moro nos Estados Unidos e como voce falou, lah tem muitas opcoes. Inclusive, eu era costureira para uma fabrica de fraldas de pano, dessas toda lindas como voce colocou a foto. Ate entao, eu tambem achava que fraldas de pano eram aquelas “old-school”, das antigas..hahahaha.
    Eu tenho 4 filhas, sendo 3 ainda usando fraldas (uma de 18 meses, e gemeas de 5 meses). as fraldas de pano serao uma grande economia para nos.

  13. Danielle

    Amei esse post, Clarissa! Hj mesmo estava pensando sobre como tratar a questão da higiene do (futuro) baby!
    Estou viciada no seu blog!!! Parabéns!
    Bjs

    • Obrigada, Danielle! Você é do Rio? Conheço várias usuárias de fraldas de pano (e já tenho vários modelitos também). Aqui no Rio tem fraldadas (encontros para vender, trocar e conversar sobre fraldas de pano) e sugiro você ir a um, se puder. Também tem fraldadas mensais em SP. Beijo, Clarissa

      • Danielle

        Sou do Rio, sim! Já estou nas pesquisas para qd eu tiver o baby rsrs.
        Vou a um encontro desses, como faço? onde é?
        A netinha da Ana Maria Braga não usa fraldas, nasceu em casa! (que sonho!) Sempre que penso em fraldas penso nela!
        Eu li uma matéria sobre higiene do bebê, sem uso de fraldas e achei o máximo. Mas precisa de muita dedicação e paciência.
        Temos muito a evoluir e ainda há pessoas que acham que esses conceitos são atrasados!!
        Bjs

  14. Renata

    Uso fraldas de panos há alguns anos, na sequencia dos meus dois filhos e deixo a dica das fraldas feitas de um tecido que chama PUL. Ele é impermeável e ao mesmo tempo respirável! Foi a melhor solução que encontrei! Segura mesmo, bem recheada não vaza nem a noite! Em outros países (chamados de 1o mundo) é fácil encontrar, no Brasil a produção ainda é rara (já que pelo menos eu não quero comprar as de fabricação chinesa)…. Tem gente começando a produzir por aqui, como a Fio da Terra. Fica a dica pras mães não se decepcionarem e desistirem de usar fraldas reutilizaveis, basta encontrar uma de boa qualidade!!!!

  15. Lorena

    Olá. Qual a melhor marca aqui do Brasil?

  16. Olá querida! Gratidão pela compartilha de suas experiencias. Ainda não sou mamãe, mas trabalho com gestantes, convivo e amo o universo da gestação, parto e maternidade. Hoje mesmo enviei uns links e textos falando sobre a importância do uso das maravilhosas fraldas de pano (q hoje estão super lindas e modernas), algumas de suas dicas vão ajudar a quebrar muitos mitos e quem sabe fazê-las refletir e mudar de idéias, vamos plantar as nossas sementes né? Indicarei seu blog. Forte abraço, mta paz!

  17. kelly

    ola, tb acho mto interessante essa ideia das fraldas de pano, nao so pelo meio ambiente mas tb pela economia. ano passado qdo meu bebe estava com 1 ano e meio descobri essas fraldinhas lindas e me interessei, mas achei q ja era tarde e nao aderi a essa pratica, mas esse ano engravidei de novo e como esta dificil achar no mercado fraldas descartaveis q se adaptam ao meu filho e sao super caras resolvi me informar novamente sobre as FP. Comprei essa semana um kit da Dipano pra testar no meu filho, e se der tudo certo como eu acho q vai, vou usar somente fraldas de pano no segundinho. Vc acha q esta mto tarde pra eu começar no filho mais velho, pq ele tem 2 anos e 3 meses, mas ainda passa longe do desfralde, ate tentei mas nao eh a hora dele ainda. Queria saber se tem alguma marca q vc indica especialmente por ser a melhor, e se essas da Dipano sao boas.. obrigada um abraço

    • Kelly, primeiro, parabéns pela iniciativa! Não acho que seja tarde para começar a usar FP com o seu mais velho. As Dipano cabem nele? Por que você não experimenta? Sobre as marcas, acho que você poderia ir a uma Fraldada em sua cidade ou, se tiver Facebook, entrar para o grupo “Fraldas de Pano Modernas”. Lá você poderá trocar opiniões e experiências com usuárias. Um conselho: experimente mais de uma marca. Abraço, Clarissa.

  18. Pedro Pinto

    Olá
    Temos duas filhas de 13 meses, que iniciaram agora a creche. Sempre usaram fraldas e toalhitas laváveis com excelentes resultados. O que acontece é que nos avisaram agora que não será possível manter a utilização das fraldas laváveis na escola por questões de higiene, o que argumentam, é que mesmo fechadas nos sacos próprios para este tipo de fraldas, acabam por libertar algum cheiro durante o dia e pela possível proliferação de bactérias.
    A minha pergunta, se alguém me puder ajudar é a seguinte: se já alguém passou pela mesma situação, como a resolveu? Ou como me posso munir de informação para argumentar na escola.
    Muito obrigado.
    Pedro Pinto

    • Pedro, desculpa a demora em responder! Antes de mais nada, parabéns pelo uso de fraldas de pano nas suas gêmeas. Sua máquina de lavar também está de parabéns pelo trabalho dobrado ;-) Mas agora voltando à sua pergunta, conheço gente que conseguiu convencer a creche a aceitar as fraldas de pano. Uma tática é dizer que as meninas têm alergia à fralda descartável e, portanto, as fraldas de pano não são opcionais. Outra dica é facilitar a situação para as cuidadoras da creche e adotar o uso dos liners (“folhas” que você coloca por cima da fralda antes de vesti-la e que é descartável); o liner facilita o descarte de cocô, evitando o problema do mau cheiro. Para conter melhor o cheiro, uma boa opção são aqueles saquinhos Ziploc, que são fáceis de fechar e vedam bem, evitando o mau cheiro. Outra dica é levar para a creche as fraldas mais parecidas com as descartáveis – tipo AIO (tudo em um) ou pocket (bolso); quanto mais fáceis forem de tirar e colocar, menos resistência você sentirá por parte das cuidadoras. Sabia que já ouvi relato de cuidadoras que se apaixonaram pelas fraldas de pano modernas depois que estas lhes foram apresentadas de maneira paciente e gentil? Bacana, né? Bem, espero que pelo menos uma dessas dicas seja de alguma utilidade! Boa sorte e abraço, Clarissa

  19. Oi Clarissa!

    Estou bem no inicio da gravidez e conheci as FP por meio do seu blog, estou apaixonada já que sempre me importei com as questões ambientais e a ideia de usar fraldas descartáveis me deixavam louca, já faço o uso do “Mooncup” e acredito sim que essas pequenas iniciativas ajudam a diminuir a poluição no planeta, tenho muito que pesquisar sobre as FP já que encontrei várias marcas e estou meio confusa quanto aos tamanhos e modelos.
    Beijos e muito obrigada!

    • Oi Cleopatra! Que legal, fico feliz que o blog tenha te apresentado a esse mundo apaixonante (e viciante!) das FP. Eu também uso o Mooncup e adoro :)
      Onde você mora? Dependendo da cidade, você pode ir a uma fraldada, para conversar com outras usuárias, vendedoras e manusear as fraldinhas. Vale a pena! Abraço, Clarissa

  20. olavo

    Gostaria de saber se a necessidade de ajudar 24 horas após passar as fraldas de tecidos para a criança poder usar?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s